segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Conhecendo maternidades!

Vixe!!
Isso é porque eu disse que voltava amanhã, né?

Ando boa em manter meus compromissos hahahahahaha!!!

Queridos!! Nosso ultrassom foi tão lindo!!! Tudo tão direitinho com nosso piolho gigante!! E ele está gigante meeeesmo!!! Mede aproximadamente 32cm e está com peso estimado em 826g!!! Isso no dia em que completamos 24 semanas!! Agora dá pra entender meu mega-barrigão e também a força dos pontapés e empurrões que mamãe anda levando atualmente!!

Engraçado é que a gente tem tanta expectativa antes de o bebê mexer. Eu ficava me perguntando como seria sentir alguém que se mexe dentro de mim mesma, sem obedecer às ordens do meu corpo ou do meu cérebro. Parecia algo tão absurdo... E agora é simplesmente rotina. Estou aqui digitando e o coisinha nadando lá dentro. Tão natural - e tão gostoso!!!

Tem dias que dá vontade de reclamar com ele. O carinha já tem uma força!! Nem quero imaginar como vai ser às vésperas dele nascer, quando o espaço estiver ainda menor. Afff!

Ai! As fotinhos e o vídeo!! Prometo pra loguinho, viu? Já passei pro computador de casa! Foi um perrengue pra pegar, porque demorou quase uma semana e ainda me entregaram o DVD em branco... Sem comentários!!

Vocês não perdem por esperar pelo meu narigudinho bicudinho liiiiindo!!!!

Bom, neste fim de semana fomos visitar as duas maternidades onde minha médica é cadastrada - e meu prano cobre.

Antes de visitar uma maternidade, eu achava que pra mim tanto fazia. Qualquer uma que apresentasse uma infra bacaninha, tava bão.

Mas não é bem assim. Acho que no inconsciente, ou lá por aquelas bandas, a gente já traz guardadinho tudo aquilo que espera do momento mais louco da vida - a hora H de ter um filho. E de repente lá estava eu checando detalhes como o caminho para chegar, as ruas que davam mão, o local de estacionamento, o preço por hora e por diária, a distância entre a recepção e a maternidade em si... Credo. De uma hora pra outra a gente parece que fica expert no assunto!

Nossa primeira visita foi ao Hospital Ana Costa. Mais perto de casa, mas sem estacionamento no local. Outro ponto negativo pra nós é que o centro cirúrgico e o obstétrico são a mesma coisa, ou seja, os acompanhantes não passam nem perto da sala onde o parto acontece. Aí rola aquela velha história do berçário com vidrão, onde os exames são feitos e o papai fica lá, sem saber nem o que pensar...

Bom, pelo menos foi meio assim que marido ficou só de olhar aquela cena. Meia dúzia de recém-nascidos estavam fazendo um verdadeiro concerto de gritos, enquanto um papai desesperado tirava foto com uma mão e segurava o celular com a outra. Pra falar a verdade, aquilo foi assustador até pra mim. Estar em uma maternindade faz com que a gente caia na real - e perceba que daqui uns dias faremos parte daquela loucura e nosso filho será membro da orquestra de gritos... Animador, hein? hahahahahaha!!!

Na segunda visita encontramos um ambiente mais tranquilo. Não tinha nascido ninguém naquele dia ainda na Casa de Saúde Santos... E então rola a maior decepção. Por mais angustiante que seja a cena do berçário lotado, é quase impossível desgrudar daquele vidro!!! Ao mesmo tempo que dá medo, dá também uma vontade imensa de ficar ali olhando os piolhinhos se mexendo, chorando, sendo examinados... Tão lindos!!

Como minha médica tinha adiantado, esta maternidade é mais luxuosa do que a primeira que vimos. É um pouco mais longe de casa, mas tem estacionamento ao lado e o centro obstétrico é só obstétrico, ou seja, mesmo que não entre ninguém comigo na sala de parto, três acompanhantes ficam sentadinhos ao lado da porta - e o bebê é levado até eles logo depois dos primeiros exames, pra que todo mundo veja o focinho dele!!!

Aliás, alguém sabe como funciona a legislação para acompanhantes na sala de parto? Não tinha idéia de como funcionava isso. Pensei que o acompanhante precisasse apenas de uma autorização, feita pela minha obstetra. Mas o rapaz que nos mostrou a maternidade disse que além disso é preciso pagar uma taxa de 100 reais.

No mesmo instante a outra gravidinha, que também estava conhecendo o hospital, alegou que é ilegal cobrar por acompanhantes. Será? Assim que eu souber direitinho, volto aqui pra informar vocês!!

Bom, depois de conhecer os quartos e checar cada detalhinho até do banheiro, achamos que a melhor opção é mesmo a Casa de Saúde Santos. Agora só preciso ver o melhor caminho, pois talvez eu seja levada pela minha mãe no dia - e ela não conhece Santos direito, ou seja, eu vou ter que dar as coordenadas entre as contrações... Tadinha!! Hahahahahaha!!

Esta semana estou cheia de assuntos pendentes - e com 4 hóspedes em casa!!! Nada a reclamar, viu? Quase ninguém vem visitar a gente aqui. E quando vem eu simplesmente adoro!! Tô até pegando uma corzinha nas minhas escapulidas pra praia com a mineirada!!! Hoje até jacaré de barriga eu peguei! Não sei se o Tiago vai nascer adorando ou detestando o mar - mas eu estou fazendo a minha parte para estimular meu surfistinha!!!

Mas vou tentar vir mais vezes, até porque tenho falado bastante de mim e preciso compartilhar outras informações importantes da gravidez em si com as outras barrigudinhas - agora que sou uma barriguda master já me sinto até capaz de dar umas dicas!! hahahahaha!!

Beijos procês!! Saúde seeeempre!!!

4 comentários:

Flavia Oliveira disse...

É ilegal mesmo cobrar pelo acompanhante. Tem uma lei que garante isso.

Dá uma olhada nos links abaixo:

http://www.amigasdoparto.org.br/2007/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=109

http://www.papai.org.br/index.php?goto=biblioteca_4.php&cod=81


Beijos!

Flavia disse...

Nanda, nunca ouvi falar disso, como a xará ai de cima falou parece ser ilegal, corre atrás disso.
Agora então que faltam pouquíssimas semanas pro meu nascer, só de pensar na possibilidade de Rodrigo não estar no meu lado eu acho que entro em trabalho de parto adiantado.
No hospital em que eu vou ter o Pedro me disseram que quem manda no Centro cirúrgico onde a gente vai estar é o nosso obstetra , então ele determina quem entra. O protocolo serve só para casos onde mãe ou bebê correm riscos.
No meu vai entrar além do Rô,o fotógrafo e eu ainda vou encher o saco( o obstetra é meu amigo de adolescência , então tenho algumas prerrogativas) para minha cunhada filmar pq imagino que a emoção não deixe o pai fazer isso sem parecer que estamos no meio de um terremoto.
Se informe e exija seus direitos, e é verdade, a gente não tem idéia de que a vida inteira nos preparamos, sonhando,imaginando,brincando, e até depois de uma certa idade escolhendo a dedo o companheiro para estar do nosso lado para finalmente chegarmos aqui: a hora de colocar um ser feito por nós no mundo.
Beijos pros três.

PS: Se vc quiser, te dou o tel de uma moça ai em santos que fez quase tudo para o quarto do Pedro.A última encomenda chega essa semana.Adorei o trabalho dela.

Sarinha disse...

Oi Nanda
Onde eu vou ganhar quem manda também é o obstreta ele que autoriza o não a entrada de acompanhante porémmmm tem a taxa sim de R$ 50,00 eu perguntei o porque da taxa sendo que era ilegal cobrar e eles me explicaram o seguinte
Que era a taxa da roupa
Sabe aquela roupa toda esterilizada verdinha com sapatinho que os médicos usam
Então a taxa era pra isso .
Então não vou ficar brigando não
Beijokas pra vc
Sara

Ely disse...

Oiee!!Caramba faz tempo que não apareço por aqui, lembro-me que qdo vim, vc estava contandosobre a gravidez e anciosa para receber as maiores bençãos da minha vida. Meus gêmeos lindos Maria Clara e Arthur, nasceram em 31/10, na Casa de Saúde de Santos. Fiz o cursinho de gestante na santa casa, e lá falaram sobre a tal "Lei de acompanhamento", pelo que eles falaram a lei existe e a gratuidade também, porém a Taxa que eles cobram(como a colega acima falou) é para custear a roupa esterelizada e tal.
Meu marido não entrou, pois segundo ele não iria aguentar tamanha emoção(hj eu ate entendo, passei a entender no momento em que estavamos indo para a maternidade 5:30 da manhã e ele quase bateu o carro de tanto nervoso...rs). De todas as 4maternidades que eu visite(Sta Casa, Beneficiencia, Ana Costa e casa de Saude), optei pela Casa de saúde, além da infra estrutura, em nenhum momento o bebê fica longe de nossos olhos(e dos olhos dos nossos familiares), o meu maior medo era desumirem com meus bebês, fui umas 4 vezes, visitar a maetrnidade, conversei com familiares de maezinhas que tiham tido os bebes...enfim fui meio caraça em relação a isso. Mas foi valido, estava super segura quando fui ter minhas bençãos. Tive PC, sai do centro obstetrico e fui direto para o quarto depois de cerca de 1:30 minhas bençaõs vieram para o quarto e só saiam, para tomar banho, serem trocados(tudo com a supervisão da madrinha ou do meu marido, que foi quem esteve comigo nesses dias no hospital). A única queixa que tenho foi em relação a saída, por haverem muitas altas naquele dia tivemso que esperar mais de 3 horas para sermos liberados. De resto foi tudo bem.
Ufa!!Escrevi demais né?Sorry!!Me empolguei!!
Estou feliz em saber que esta tudo maravilhosamente bem com vcs.
Bjokas no Reizinho e uma big bjoka para vc

 

Umbigo Especial > DESIGN BY DATA ESPECIAL.COM.BR